Apoio

      

Realização:

 

 

Redes Sociais

            

 

Cadastre-se

Home Protagonistas

Protagonista

Armando Carvalho Neto (Abril 2013)

 

Armando de Carvalho Neto, atualmente com 62 anos, frequenta o CECCO Ibirapuera desde 2002.

Acometido de AVC aos 44 anos, teve sua fala comprometida e desde então tem convivido com uma hemiplegia direita que o levou a ter de andar com o apoio de uma bengala.

Músico profissional tocava piano e violão. Subitamente  foi  impedido de continuar tocando e a depressão foi inevitável.

Através da pintura, Armando recuperou o prazer pela vida.

Passou a explorar  a cor e a forma, ressignificando suas dores e perdas. Pouco a pouco com a tinta foi criando movimento, harmonia e ritmo. Hoje é com a tinta que ele faz música, sua alma de artista se revela em tudo que ele faz.

Armando nos faz esquecer que tem um problema físico, ele é uma lição de vida e resistência. É um sábio. Passou a ser colaborador de algumas oficinas do CECCO e também começou a trilhar outros caminhos.

Fez diversos cursos de artes plásticas, participou de exposições e mostras de artes.

Currículo

Fotos

 

 

 
Itiberê Machado
 
 
Quem olha para Itiberê Machado, 68, bronzeado, disposto e animado não consegue imaginar que, há sete meses, ele era uma pessoa reclusa em seu apartamento em Moema, sem qualquer atividade. Preocupada com a saúde do marido, sua esposa acabou conhecendo o CECCO Ibirapuera durante as caminhadas diárias que faz no parque. Animada, tentou levar este gaúcho de Paço Fundo (RS), ao Centro de Convivência, em vão. Até que, uma das psicólogas da UBS Sigmund Freud, conseguiu convencê-lo a participar das oficinas do CECCO. Ele descobriu um outro mundo, como mostra o depoimento a seguir:
 
“Não sabia que havia este tipo de atendimento maravilhoso em São Paulo. Vim para cá encaminhado pela UBS. Como gosto muito da natureza, comecei a fazer todos os exercícios: basquete, Lian Gong, Yoga, Alongamento. Também participo das oficinas de Contos e Poesias, Arte Experimental, Colóquio e Expedições Culturais, enfim, aproveito o máximo que posso. Para mim foi como sair do inferno e ir para o céu. Os profissionais são muito competentes. Tive a atenção que nenhum plano de saúde jamais me deu até hoje”.
 
Os benefícios, para Itiberê, foram inúmeros. “Ficava em casa sentado, durante todo o dia, fazendo o fechamento da Loto Mania. Fazia alguns exercícios em casa que me ajudavam muito, mas, quando vim para o CECCO senti um bem estar enorme, principalmente ao fazer alongamento e Yoga, que nunca havia feito”.
 
No final do ano, Itiberê vai voltar definitivamente para Bento Gonçalves, onde vai se juntar aos quatro filhos. Daqui, diz que vai levar uma saudade imensa de tudo de bom que o CECCO lhe proporcionou. “Vou procurar um serviço semelhante por lá e se não tiver, vou me empenhar para que a cidade crie um atendimento como este”.
 
Vera Araújo
 
 
O que o Cecco representa para mim?
Bom, respondo essa pergunta fazendo outra...
Existe fábrica de sonhos?
Talvez muitos digam que não, talvez alguns digam que sim, sem saber o porque da resposta.
 
Durante muito anos, eu vivi procurando e esperando encontrar essa fábrica, muitos tentaram me desmotivar, uma voz dentro de mim, dizia que eu encontraria. Um dia, meio triste, com um breve cansaço, vi um anúncio, o anúncio retratava sobre umas das minhas procuras.
 
Meus olhos brilharam, meu coração palpitou, minha alma tremeu, e uma certeza no meu mais profundo, dizia, é lá. Procurei o local, houve um silêncio, último silêncio que ainda provava minha certeza, então, o desejado retorno, a chave de uma porta, recebi a chave e entrei pela porta, e me vi diante de uma simples fábrica, aparentemente pequena como um Afeganistão, mas como uma potência que preencheu o ser que sou. O ser humano que há dentro de mim. 
 
Eu digo porém, estar no Cecco, é estar numa fábrica de sonhos, uma fábrica que antes de tudo, reconstrói seres como eu, seres humanos, despedaçados pelas dores, sofrimento, desilusões da vida. Então eu vi esses seres sendo reconstruídos, pedaços por pedaço, e o mais interessante de tudo, é que o método utilizado é simples, que muitos desistiram de utilizar, pq estão como árvores secas, um método importante, eu diria o mais importante, tão escasso no mundo, e na fábrica esbanjando. Esbanjando quando cada ser ali chega precisando. Esse método é o amor, antes de tudo, o amor, que gera atitude, revestida pelo preparo profissional existente em cada um ali.
 
Vejo isso, vejo o Cecco como uma fábrica de sonhos, que reconstrói pessoas e depois devolve sonhos, esperanças, dá suporte na superação de limites e impossibilidades e tudo isso acontece através de uma macarronada bem reforçada culturalmente falando. Vejo isso, e quero viver isso, porque o ser que há dentro de mim, tem fome de amar o mundo, tem fome de cuidar de quem precisa, tem fome de estender as mãos o máximo possível e abraçar a vida. E o Cecco tem me dado essa oportunidade, de ao menos iniciar um sonho tão sufocado dentro de mim, porque o meu sonho, nada mais é do que dar o que também preciso, amor, respeito e oportunidade. Tenho fome e sede dessa cultura. Aos poucos me alimento. 
 
Meu nome: Vera Araújo Estagiária de Serviço Social - PUCSP
Vera compôs uma música expressando sua visão do CECCO
 
“Um Sorriso Só”
(Vera Araújo) 
 
O amor é o tratamento, pra quem nos procura
O remédio para a dor, é o respeito é a ajuda
Nossa receita é diferente, só conhece quem atua
Mais toque de calor humano, com carinho e ternura
Com olhar compreensivo, um abraço mais amigo
A mão firme e estendida, pra quem não pegou ainda
 
Com um sorriso só, com um sorriso só, 
O Cecco alegra a vida de quem já não tem mais esperança
Com um sorriso só, com um sorriso só
O Cecco muda a vida de quem já não tem mais esperança
 
Que desperta para cantar lá lá
Que desperta para dançar iê iê uouou
Que despertar para pintar escrever
Que desperta para brincar e jogar
Que desperta para um viver melhor
Ver construir, mas participar também
Fazer surgir um sorriso em quem já não tem
Superando os limites (5x) 
Com um sorriso só, com um sorriso, 
O Cecco alegra a vida de quem já não tem mais esperança
Com um sorriso só, com um sorriso só
O Cecco muda a vida de quem já não tem mais esperança 
Com um convite só, com um convite só, 
O Cecco te chama pra você entrar conosco nessa trama
Cecco Ibirapuera

 

 

Projetos

Projeto Crer Ser